Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Scicast #49: Política

por em 3 de outubro de 2014 em Scicast | 3 comentários

Scicast #49: Política

A democracia não é uma invenção recente. O regime onde o povo governa surgiu nas cidades-estado gregas, sobretudo Atenas, no século V antes de Cristo. De povo só tinha o nome: a esmagadora maioria da população, mulheres, estrangeiros, escravos, não eram considerados cidadãos de facto. Mas aqueles que eram cidadãos exerciam seus direitos políticos diretamente nas tribunas.

Muitos séculos depois, o ideal de poder nas mãos do povo ressurgiu durante duas importantes revoluções da civilização ocidental: a revolução americana e a revolução francesa. Vários fatores levaram à democratização do ocidente: os filósofos liberais, o iluminismo e o desenvolvimento do capitalismo.

Acompanhe os candidatos do Partido do SciCast, Renan, Jorge, Estrela, Marcelo e Bárbara deflorando o 2º selo do apocalipse ao falar sobre política, eleição, democracia e Promet(araaarrrrrrrrrrrrrrgggggggggggg! meus olhos, meus olhooooossss!).

Foto da Vitrine: Pablo Rigamonti.

Recados

Comentado no Episódio

  • Esquerda vs. Direita: infográfico produzido pelo blog Information is Beautiful. Denota o espectro político da Direita e da Esquerda aos moldes políticos estadunidense e, até certo ponto, brasileiro.
  • The Political Compass (A Bússola Política): teste (em inglês) para você descobrir quais as suas tendências na política, entre direita, esquerda, liberalismo, neo-liberalismo, comunismo, fascismo, etc. Ele te posiciona num plano cartesiano dentro dessas características.
  • Fraude Urnas Eletrônicas: Um site, um pouco extremista, mas que compila várias notícias sobre os problemas das Urnas Eletrônicas brasileiras.
  • Votar nulo anula eleição?: Artigo de Luciano Pires desmistificando o recorrente rumor de que “mais de 50% de votos nulos anulam a eleição”.
  • Projeto Excelências: traz informações sobre todos os parlamentares em exercício em cada momento na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. Os dados são recolhidos das próprias Casas legislativas, dos Tribunais de Justiça, dos Tribunais de Contas, de cadastros mantidos por ministérios e de outras fontes públicas. Informações eleitorais (financiamento, votações etc.) são extraídas do projeto ÀsClaras, mantido pela Transparência Brasil.
  • Transparência: O Transparência inclui dados de todos os candidatos da eleição de 2014, indo de presidentes, governadores, senadores até vices e suplentes, tal qual uma enciclopédia, Além disto, possui informações de eleições anteriores (2012 e 2010).

Vídeo

Cinema

  • Getúlio (2013): Estado Novo é o nome do regime político brasileiro fundado por Getúlio Vargas em 10 de novembro de 1937, que durou até 29 de outubro de 1945, que é caracterizado pela centralização do poder, nacionalismo, anticomunismo e por seu autoritarismo. Esta cinebiografia acompanha a intimidade de Getúlio Vargas (Tony Ramos), então presidente do Brasil, em seus 19 últimos dias de vida. Pressionado por uma crise política sem precedentes, em decorrência das acusações de que teria ordenado o atentado contra o jornalista Carlos Lacerda (Alexandre Borges), Vargas decide se manter no poder e diz que os “militares só levarão do Palácio do Catete o seu cadáver”.
  • Anjos Rebeldes (Iron Jawed Angels, 2004): Século 19, EUA. Duas mulheres arriscam suas vidas pelo direito de votar. Juntas desafiam as forças conservadoras de seu país para a aprovação de uma emenda constitucional que mudará seu futuro e o de muitas outras. Alice Paul e Lucy Burns decidem, primeiramente, organizar uma marcha a favor do voto. Há, claro, quem vá contra, homens políticos com o discurso que muda o tema mas continua o mesmo ao longo dos anos: machista mesmo quando tenta não ser. Seja apelando pra fala protetora de “não se metam nesse lodo que é a política” ou dando voz à psicologia evolucionista e a velha desculpa de que “mulher tem a mente inferior a do homem”. Também existem as mulheres que inicialmente são contra, pois a velha luta de classes fala mais alto.
  • Suffragette (2015): Um drama que segue a trilha das soldadas rasas do começo do movimento feminista, mulheres que foram forçadas a viver no subterrâneo para participarem de um perigoso jogo de gato e rato com um Estado cada vez mais brutal.

Literatura

  • Carta a uma Nação Cristã (Sam Harris): Este livro é uma inestimável contribuição para a atual batalha de ideias entre religião e racionalismo científico. A ambição deste livro é erradicar a religião.
  • Ensaio Sobre a Lucidez (José Saramago): Numa manhã de votação que parecia como todas as outras, na capital de um país imaginário, os funcionários de uma das seções eleitorais se deparam com uma situação insólita, que mais tarde, durante as apurações, se confirmaria de maneira espantosa.
    Aquele não seria um pleito como tantos outros, com a tradicional divisão dos votos entre os partidos “da direita”, “do centro” e “da esquerda”; o que se verifica é uma opção radical pelo voto em branco. Usando o símbolo máximo da democracia – o voto -, os eleitores parecem questionar profundamente o sistema de sucessão governamental em seu país.
    É desse “corte de energia cívica” que fala Ensaio sobre a lucidez (2004). Não apenas no título José Saramago remete ao seu Ensaio sobre a cegueira (1995): também na trama ele retoma personagens e situações, revisitando algumas das questões éticas e políticas abordadas naquele romance.
    Ao narrar as providências de governo, polícia e imprensa para entender as razões da “epidemia branca” – ações estas que levam rapidamente a um devaneio autoritário -, o autor faz uma alegoria da fragilidade dos rituais democráticos, do sistema político e das instituições que nos governam.
    O que se propõe não é a substituição da democracia por um sistema alternativo, mas o seu permanente questionamento. É pela via da ficção que José Saramago entrevê uma saída para esse impasse – pois é a potência simbólica da literatura (território em que reflexão, humor, arte e política se entrosam) que se revela capaz de vencer a mediocridade, a ignorância e o medo.

Games

  • Renato Lellis

    Estadunidense….Só falta falar presidenta…

  • Romulo Martins

    Eu sei que o nome é scicast, mas já que vocês já falaram sobre politica , historiografia , Egito e etc , voces poderiam fazer um episodio sobre FILOSOFIA …. abraço

  • Renan Tavares

    Alguém sabe o nome da música a partir do minuto 40 do podcast ?! Na parte sobre o Sufrágio Feminino.
    To doido atras da música ç.ç

Compartilhar

Share This

Share this post with your friends!